Declaração Corporativa Hollister COVID-19 e atualização da cadeia de suprimentos Leia Mais

Cuidados com Estoma em Casa — Um Guia de Autoajuda

 

Se você apresenta vermelhidão, irritação, coceira ou desconforto na pele periestomia ou percebeu um vazamento sob a barreira, não entre em pânico. Estamos aqui para ajudar.

Neste guia, descrevemos vários problemas potenciais de cuidados com estoma que podem ser resolvidos enquanto você está em casa durante a pandemia de COVID-19.

No entanto, tenha em mente que essa página contém apenas recomendações gerais e não tem como objetivo substituir quaisquer recomendações específicas fornecidas a você por um profissional de saúde.

Pele irritada

A área de pele em torno do estoma é denominada pele periestomia. Embora possa ser apenas uma área pequena, ela pode ter impacto considerável sobre sua qualidade de vida e conforto se não for cuidada corretamente.

Alguns estudos mostram que até 75% das pessoas com estomia apresentam algum tipo de condição de pele periestomia. Em muitos casos, isso pode resultar em dor, coceira, irritação, odores ou desconforto geral.

Barreira de pele de estomia com ajuste inadequado

Condições de pele periestomia são muitas vezes causadas por uma barreira de pele de estomia mal ajustada. Isso pode levar ao vazamento da excreção estomal por baixo da barreira, o que pode causar irritação na pele.

O seu estoma pode diminuir durante as primeiras seis semanas após a cirurgia e continuar a mudar de forma e tamanho. Consequentemente, sua barreira de pele de estomia deve ser ajustada onde a pele e o estoma se encontram. Para prevenir vazamentos, verifique se não há pele visível entre a barreira de pele e o estoma.

Recomendamos medir novamente seu estoma e recortar a abertura no tamanho correto para garantir um bom ajuste. Meça o estoma até que ele pare de mudar e refaça a medição caso esteja enfrentando problemas ou experimentando perda ou ganho de peso. O ajuste correto da barreira de pele de estomia protege a pele.

Informações adicionais sobre vazamento no dispositivo podem ser encontradas abaixo. Leia também nossas 6 dicas para evitar vazamentos.

Vazamento sob a barreira de pele

O vazamento da excreção estomal sob a barreira de pele de estomia pode ocorrer por diversas razões. Ao manter uma barreira de pele ajustada adequadamente em torno do estoma, você prevenirá vazamentos e protegerá sua pele contra irritação ou outros danos causados pela excreção estomal. Mesmo assim, lembre-se de seguir sempre uma rotina regular de cuidados com a pele periestomia.

Precisa de ajuda para ajustar seu dispositivo? Oferecemos guias de ajuste passo a passo para sistemas de bolsa de uma peça e sistemas de bolsa de duas peças.

Formatos do corpo

Se você apresenta dobras no abdômen, cicatrizes, inchaço por trás do estoma ou qualquer outra alteração no contorno abdominal, é possível que o sistema de bolsas não se ajuste corretamente. É essencial obter uma boa vedação em torno do estoma para prevenir vazamentos e promover o conforto.

Certifique-se de que a pele esteja a mais lisa possível ao aplicar os produtos. Se os problemas de vazamento continuarem ou você apresentar qualquer irritação na pele, entre em contato com um profissional de saúde.

Nossos produtos são desenvolvidos para se adequar ao corpo sem comprometer o ajuste. Você pode avaliar as necessidades de ajuste da sua barreira verificando o estoma e o abdômen com a Ferramenta Indicadora de Ajuste. Você também pode navegar para nossa linha de produtos mais recente.

Inchaço atrás/ao redor do estoma

Apresentar inchaço no local do estoma após a cirurgia pode ser normal. No entanto, é importante monitorar a área nesse período. Em caso de dor, náusea, vomito, inatividade ou mudanças significativas na temperatura, entre em contato com seu enfermeiro estomaterapeuta ou profissional de saúde.

Muitas pessoas que vivem com estoma podem experimentar o que é conhecido como hérnia paraestomal. Trata-se de um tipo de hérnia incisional que ocorre na camada mais externa do abdômen na vizinhança de um estoma. Sua presença forma um inchaço ao redor do estoma. A maioria das hérnias no local do estoma não causa problemas mais graves. No entanto, você deverá entrar em contato com um profissional de saúde caso enfrente qualquer problema com o sistema de bolsa ou efeitos colaterais adversos.

Sangramento no estoma

Embora sangramentos não sejam comuns para muitas pessoas que vivem com estoma, há algumas situações diferentes que você deveria conhecer.

O cenário mais comum é quando o estoma sangra após o contato. Isso pode ocorrer, por exemplo, durante sua rotina de limpeza e higiene. Nessa situação, o sangramento deverá parar rapidamente. Caso contrário, entre em contato com um enfermeiro estomaterapeuta ou profissional de saúde.

Constipação por colostomia

A colostomia pode causar constipação. Isso pode ser causado por alguns medicamentos, como determinados analgésicos e antiácidos. Outras razões de constipação incluem uma dieta pobre em fibras e ingestão inadequada de líquidos (mais sobre desidratação a seguir).

Caso esteja sofrendo constipação, aumente seu consumo de líquidos, frutas e fibras. Se não houver melhora ou se você estiver apresentando dor, náusea ou vômitos, entre em contato com seu enfermeiro estomaterapeuta ou profissional de saúde.

Para saber mais sobre outras causas de constipação e quais alimentos devem ser evitados, leia nosso guia de como lidar com gases e constipação após a cirurgia de colostomia.

Ileostomia: bloqueio ou obstrução

Se sua ileostomia não estiver funcionando corretamente, poderá haver um bloqueio ou uma obstrução.

Se uma ileostomia não funciona há 6 horas e você está apresentando dor abdominal e náusea/vômitos, entre em contato com seu enfermeiro estomaterapeuta ou profissional de saúde.

Estoma de débito elevado

Um estoma que produz mais de 2 litros (2000 ml) por dia é considerado de débito elevado e aumenta o risco de desidratação e lesões renais agudas.

A excreção de uma ileostomia deve ser de consistência pastosa, e não aquosa. Excreções aquosas por mais de 12 horas devem ser investigadas mais a fundo. Mudanças na alimentação também devem ser consideradas. Se a excreção permanecer aquosa por mais de 24 horas, a intervenção de um profissional de saúde será necessária.

A excreção altamente aquosa pode ser causada por:

  • Infecção (talvez você precise fornecer uma amostra)
  • Obstrução
  • Interrupção repentina de alguns medicamentos (por exemplo, esteroides ou analgésicos fortes)
  • Uso de alguns medicamentos (por exemplo, laxantes ou magnésio)


Desidratação

Se você tem um estoma, especialmente uma ileostomia, você é mais vulnerável à desidratação. Beba bastante água, a não ser que tenha uma restrição de líquidos.

Sinais de desidratação:

  • Sensação de desmaio
  • Tontura
  • Dor de cabeça
  • Sede
  • Boca seca
  • Sensação de cansaço
  • Cãibras/fraqueza muscular
  • Produção de urina reduzida/ausente
  • Urina escura, concentrada

Se você precisar reidratar seu corpo, beber água é sempre a melhor opção. As bebidas isotônicas podem ajudar, como também as soluções reidratantes especiais vendidas na maioria das farmácias. Use esses líquidos até que sua urina permaneça transparente ou cor de palha o dia inteiro. Entre em contato com um profissional de saúde caso continue a apresentar sinais de desidratação.

 

Recomendações adicionais

Se estiver em busca de mais orientações sobre cuidados com estoma, você poderá encontrar diversas informações úteis em nosso Centro de Aprendizagem de Estomia.

No entanto, tenha em mente que nosso centro de aprendizagem contém apenas recomendações gerais e não tem como objetivo substituir quaisquer diretrizes específicas fornecidas a você por um profissional de saúde.

Você também pode usar nosso guia de comunidades online de estomia para obter recomendações adicionais de como obter suporte durante a quarentena do coronavírus.

Seja você um paciente, um cuidador ou um profissional de saúde, podemos ajudar com quaisquer dúvidas sobre os produtos ou serviços da Hollister.

Fale Conosco

 

Referências

  1. Brighton and Sussex University Hospitals NHS Trust Guide, recomendado pela Association of Stoma Care Nurses UK (ASCN): https://www.bedfordshirehospitals.nhs.uk/documents/stoma-care-self-help-guide/
  2. Wound Ostomy and Continence Nurses Society: https://www.wocn.org/
  3. Guia de Avaliação da Pele periestomia para Médicos: https://psag.wocn.org/