Declaração Corporativa Hollister COVID-19 e atualização da cadeia de suprimentos Leia Mais

Gerenciamento e tratamento da bexiga neurogênica

Existem várias opções para o gerenciamento e o tratamento da bexiga neurogênica. Explore as opções prescritas com maior frequência. 

Conheça as opções de tratamento da bexiga neurogênica.

Se você recebeu um diagnóstico de bexiga neurogênica, a sua próxima etapa é fazer um plano junto à sua equipe de assistência médica para gerenciar e tratar a doença. Os sintomas de bexiga neurogênica podem variar, portanto não existe um plano de tratamento que funcione para todas as pessoas. Uma vez que a natureza exata da sua doença tenha sido diagnosticada e depois que as opções cirúrgicas tenham sido discutidas e descartadas pelo seu médico, a próxima etapa é saber como tratar e gerenciar a bexiga neurogênica. 

Metas de tratamento e gerenciamento

Se você tem os sintomas de disfunção da bexiga neurogênica, a sua equipe de assistência médica providenciará um plano que poderá reduzir ou possivelmente eliminar esses problemas. Outras metas poderão incluir a prevenção de infecções do trato urinário e outros problemas relacionados com a bexiga. Por fim, o seu plano deverá ser compatível com o seu estilo de vida.

Um plano de tratamento e gerenciamento da bexiga neurogênica geralmente inclui três componentes: 

1. Medicamentos 

As pessoas com bexiga neurogênica geralmente se beneficiam com um ou mais medicamentos que ajudam a bexiga a armazenar a urina de forma mais eficaz, ou que ajudam a bexiga e os esfíncteres a funcionarem melhor. 

  • Os anticolinérgicos são medicamentos que podem diminuir os espasmos da bexiga e ajudar a reduzir a incontinência urinária. Esses medicamentos existem sob a forma de pílulas ou adesivos cutâneos. 
  • Os sintomas de bexiga hiperativa podem ser tratados com injeções de toxina botulínica (Botox). O médico injetará esse medicamento na bexiga ou nos esfíncteres urinários.
  • Existem também outros medicamentos. Pergunte ao seu profissional de saúde quais seriam os medicamentos mais adequados para você.


2. Ingestão de líquidos

Todos nós precisamos beber uma quantidade suficiente de líquidos para promover uma função renal saudável. A quantidade e o tipo de líquidos que você deve beber dependem da sua situação específica e do tipo de problemas de bexiga que você tem. 

Se a sua bexiga tende a se esvaziar frequentemente ou a vazar urina, pode ser uma boa ideia limitar a ingestão de bebidas que contêm cafeína (café, chá e refrigerantes). A cafeína pode aumentar a atividade da bexiga, causando uma piora dos sintomas. As bebidas alcoólicas também podem estimular a bexiga a se esvaziar, portanto pode ser conveniente limitar essas bebidas também.

Se você tem uma tendência a apresentar infecções do trato urinário (ITU) frequentes, o seu profissional de saúde poderá recomendar que você beba mais água. Se a micção durante a noite é um problema, pare de beber líquidos algumas horas antes de ir dormir.

Algumas pessoas acreditam que beber suco de cranberry (oxicoco) ajuda a prevenir as ITUs, mas nenhum estudo clínico mostrou que isso seja eficaz. Além disso, ele não deve ser consumido se você está tomando o anticoagulante varfarina (mencionado às vezes pelos nomes de marca Coumadin e Jantoven). Além disso, não deixe de falar com o seu profissional de saúde sobre eventuais remédios dietéticos ou fitoterápicos que você esteja pensando em tomar.

3. Cateteres 

Um cateter é um pequeno tubo oco inserido na bexiga para drenar urina quando a bexiga não consegue se esvaziar por conta própria. Se for previsto que o cateter permaneça na bexiga por horas, dias ou períodos mais longos, ele é denominado “cateter permanente”. Se o cateter for inserido para drenar a bexiga e em seguida for removido, ele é denominado “cateter intermitente”.

A colaboração é essencial para o tratamento da bexiga neurogênica

Trabalhe em estreita colaboração com a sua equipe de assistência médica para encontrar a maneira mais eficaz de gerenciar e tratar a sua bexiga neurogênica. Pode ser uma combinação de opções de tratamento, ou simplesmente um cateter. Juntos, vocês poderão determinar o que funciona melhor para você.