Declaração Corporativa Hollister COVID-19 e atualização da cadeia de suprimentos Leia Mais

Como lidar com a espasticidade e a dor

Após uma lesão na medula espinhal pode ocorrer espasticidade e dor, mas isso não quer dizer que não haja nada que você possa fazer. Explore algumas dicas para prevenir ou gerenciar esses problemas comuns.

Dealing with Spasticity and Pain

Saiba como lidar com a espasticidade e a dor após uma lesão da medula espinhal.

Após uma lesão na medula espinhal, você pode apresentar espasticidade, que é uma contração repentina e involuntária dos músculos. Você também pode ter uma certa dor. Isso é normal, desde que não seja uma indicação de outras lesões ou de infecção. Saiba qual é a melhor forma de gerenciar e lidar com ambos esses problemas.

Como gerenciar a espasticidade

Muitas pessoas com lesões na medula espinhal ou certas doenças (como a esclerose múltipla) têm problemas com espasmos descontrolados dos braços ou das pernas. Um certo nível de espasmos pode ser bom, pois eles ajudam a manter o tônus muscular e a aumentar a circulação sanguínea para as pernas. No entanto, um excesso de espasmos pode ser doloroso e dificultar as atividades do dia a dia para você e seu prestador de cuidados.

Caso ocorram espasmos, a sua equipe de assistência médica pode ajudar a identificar e eliminar as possíveis causas, como úlcera por pressão ou infecção na bexiga. Eles também podem lhe mostrar como alongar os músculos, exercitá-los e aplicar pressão ao membro quando ele apresenta espasmos, se necessário.

Outras opções para gerenciar os espasmos que você pode discutir com o seu médico incluem:

  • Medicamentos
  • Bloqueios nervosos
  • Cirurgia
  • Intervenções (por exemplo: estimuladores espinhais ou bombas de infusão)


Como gerenciar a dor

É normal apresentar alguns tipos de dores após uma lesão na medula espinhal. Dois tipos comuns são a dor neuropática e a dor musculoesquelética.

Dor neuropática: Muitas pessoas descrevem essa dor como uma sensação de ardor, ou de ser constantemente pinicadas por agulhas. Outras dizem ter uma sensação de choque elétrico ou de frio. Geralmente, essa dor é sentida abaixo do nível da lesão.

Dor musculoesquelética: Esse tipo de dor é frequentemente nas costas, nos ombros ou nos pulsos. Geralmente, ela ocorre após um stress físico, ou um esforço físico como levantar peso, mover-se e fazer exercícios. Certas dores, porém, podem ser um indício de lesão ou infecção. Se você está sentindo dor, consulte o seu profissional de saúde para obter um diagnóstico e tratamento.

Embora esses dois problemas possam ocorrer após uma lesão na medula espinhal, a boa notícia é que existem medidas práticas que você pode tomar para evitar ou minimizar a espasticidade e lidar com a dor de maneira eficaz. O melhor é sempre trabalhar em colaboração com a sua equipe de assistência médica para resolver a espasticidade e a dor imediatamente, para poder fazer outros planos daí em diante.