Declaração Corporativa Hollister COVID-19 e atualização da cadeia de suprimentos Leia Mais

As principais preocupações com o cateterismo e o que fazer para dissipá-las

Você tem dúvidas e preocupações sobre cateterismo, tais como o que fazer ao viajar? Explore alguns problemas comuns, com dicas para resolvê-los. 

close-up-of-man-with-pet-bird-on-shoulder-top-catheterization-concerns-and-what-to-do-about-them

Saiba como resolver problemas comuns relacionados com o cateterismo.

Se você gerencia os sintomas do seu distúrbio da bexiga com um cateter, pode ser que surjam alguns problemas. Pode ser útil conhecer alguns problemas comuns e suas possíveis soluções.

Infecções do trato urinário (ITUs)

É importante você se monitorar para detectar eventuais sinais de infecção do trato urinário (ITUs) e entrar em contato com o seu profissional de saúde imediatamente, se tais sinais ocorrerem. Esses sintomas incluem:

  • Micção mais frequente do que o normal
  • Vazamento de urina entre esvaziamentos normais ou por cateterismo
  • Aumento dos espasmos musculares (se você tem uma lesão na medula espinhal)
  • Febre
  • Dor nas costas
  • Urina leitosa, turva ou de cor escura
  • Urina com odor desagradável


Quantidade de líquido a consumir

Se você está fazendo cateterismo, é provável que você esteja preocupado(a) com quanto líquido você deve beber. Geralmente, recomenda-se que os adultos bebam de oito a 10 copos de líquido por dia. As suas necessidades individuais, no entanto, podem ser diferentes. Considere a eventualidade de reduzir o consumo de bebidas com cafeína se você notar efeitos negativos na sua bexiga. Saiba também que o álcool pode fazer a bexiga encher com maior frequência.

Problemas para passar o cateter até a bexiga

Se você não consegue passar o cateter, geralmente isso é devido a um espasmo no esfíncter. Eis aqui algumas dicas que podem ajudar:

  • Relaxe, respire fundo ou tussa
  • Segure o cateter delicadamente contra o esfíncter fechado. Geralmente, ele se abre após alguns segundos.
  • Nunca force o cateter, pois isso pode causar lesões na uretra.

Se você não conseguir passar o cateter após três ou quatro tentativas, ligue para seu profissional de saúde ou dirija-se a um serviço de pronto-socorro. Eles terão cateteres especiais à disposição para fazer o cateterismo em você. Se esse problema ocorre frequentemente, pode ser que você precise usar um cateter com ponta dobrada ou Coudé/Tiemann.

Grandes quantidades de urina ao fazer o cateterismo à noite

Durante o dia, ao ficar sentado(a), ocorre um acúmulo de líquido nas pernas. Você pode perceber que seus pés e tornozelos ficam inchados. Ao deitar durante a noite, todo esse líquido entra na corrente sanguínea, é filtrado através dos rins e enche a bexiga. Para reduzir essas grandes quantidades de líquido, você pode tentar:

  • deitar durante uma hora durante o dia, preferivelmente à tarde
  • fazer o cateterismo antes de ir dormir à noite
  • fazer o cateterismo no meio da noite
  • limitar a ingestão de líquidos após as 18h00


Cateterismo ao viajar

Infelizmente, muitos aviões, ônibus e trens não oferecem banheiros acessíveis para cadeiras de rodas. Eis abaixo algumas dicas que podem facilitar as viagens com cateter:

  • Se o acesso a um banheiro for problemático, faça o cateterismo por baixo de uma jaqueta, de um casaco ou de um pequeno cobertor sobre o seu colo, usando um sistema de cateter fechado
  • Algumas pessoas optam por inserir um cateter permanente para as viagens e depois o removem logo que possível
  • Para viagens aéreas, certifique-se de levar uma boa quantidade de suprimentos de cateterismo na bagagem de mão. A maioria das companhias aéreas permite levar uma bagagem de mão adicional para equipamentos médicos.
  • Algumas companhias aéreas designam o banheiro da primeira classe para as pessoas com deficiência. Confira isso ao fazer os preparativos para a viagem.


Cateterismo durante a gravidez

Se você está grávida ou está planejando ficar grávida, talvez você se pergunte se poderá continuar a fazer o cateterismo durante a gravidez. O seu profissional de saúde lhe fará recomendações à medida que a sua gravidez avança, mas o cateterismo intermitente pode ser feito com segurança durante a gravidez.