Fatos essenciais sobre a sua ileostomia | Hollister BR

Declaração Corporativa Hollister COVID-19 e atualização da cadeia de suprimentos Leia Mais

Fatos essenciais sobre a sua ileostomia

É importante saber alguns fatos essenciais sobre o sistema digestivo e a ileostomia. Obtenha informações essenciais sobre o procedimento de ileostomia.

Essential Facts about Your Ileostomy

Saiba mais sobre a sua ileostomia.

Se você está prestes a passar por uma cirurgia de ileostomia, você deve ter algumas perguntas sobre como o seu corpo digere os alimentos sólidos e líquidos e como a sua ileostomia será criada. Abaixo você encontrará algumas informações úteis sobre o sistema digestivo e o que acontece durante e após a cirurgia de ileostomia.

Conheça o seu sistema gastrointestinal (GI)

Quando você come ou bebe e engole, o seu sistema GI começa a trabalhar. Primeiro, o alimento sólido ou líquido entra no esôfago e, em seguida, passa para o estômago. No estômago, as enzimas quebram os alimentos, transformando-os numa mistura líquida. Depois, a mistura vai para o intestino delgado.

O intestino delgado (denominado também “íleo”) tem aproximadamente 6 metros de comprimento. É aí que ocorre a maior parte da digestão. É nele também que todos os elementos dos alimentos sólidos e líquidos são absorvidos: proteínas, gorduras, carboidratos, minerais e vitaminas. Tudo o que não é absorvido passa para o intestino grosso, sob a forma de resíduo líquido ou fezes.

O intestino grosso, ou cólon, é formado por quatro seções. Elas são denominadas cólon ascendente, transversal, descendente e sigmoide. O cólon tem um comprimento total de 1,5 m a 1,8 m e absorve água das fezes. Ele também armazena as fezes até o próximo movimento intestinal.

O que é uma ileostomia?

Uma ileostomia é uma abertura criada cirurgicamente no intestino delgado através do abdômen. Com uma ileostomia, uma seção do intestino delgado e do cólon foi removida ou desviada.

Para construir uma ileostomia, o cirurgião passa uma parte do intestino delgado através da parede abdominal. Essa nova abertura no abdômen é denominada “estoma”.

Eis aqui alguns fatos sobre as ileostomias:

  • Quando você tem uma ileostomia, as fezes não são mais eliminadas através do ânus. Em vez disso, elas passam através do estoma
  • Lembre-se: A função principal do cólon é absorver água e armazenar as fezes. O seu corpo pode continuar funcionando mesmo sem cólon.
  • A ileostomia não tem esfíncter, portanto não é possível controlar voluntariamente os movimentos intestinais. Em vez disso, você usará uma bolsa para coletar as fezes.

Uma ileostomia pode ser temporária ou permanente, dependendo da razão médica para a cirurgia. Uma alternativa a uma ileostomia permanente é um procedimento denominado anastomose anal com bolsa ileal, ou reservatório ileal. Após a remoção do cólon, o intestino delgado é usado para criar uma bolsa-reservatório que é colocada na pelve e conectada ao ânus. Muitas vezes é necessário fazer uma ileostomia temporária enquanto o reservatório cicatriza.

Agora que você adquiriu as noções básicas sobre o funcionamento do sistema digestivo e sobre a cirurgia de ileostomia, explore o que você precisa saber sobre os sistemas de bolsa de estomia.

GI-systems-anatomy-ostomy-illustration


illeostomy-ostomy-illustration